×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×

A reviravolta na vida do atacante do Guarany, Geraldo Filho

Antes de chegar ao Guarany o jogador viveu um drama ao testar positivo para Covid-19, durante três meses

Por: Rondinelly Mota - Publicado em: 29/08/2021 17:53

A reviravolta na vida do atacante do Guarany, Geraldo Filho

Atacante Geraldo Filho, do Guarany de Sobral/Foto: Reprodução Rede Social oficial do jogador.

Pela décima terceira rodada do Grupo A2, do Campeonato Nacional, Série D, o Guarany de Sobral venceu o Moto Clube/MA por 4 a 2, e quem abriu o placar foi o atacante Paraibano Geraldo.

O Centroavante Geraldo, natural da cidade de Campina Grande, na Paraíba, tem 30 anos, foi contatado visando sua contribuição nos jogos de volta da primeira fase e a classificação do Bugre.

Mas até chegar ao Guarany de Sobral, o atleta sofreu principalmente com as consequências do avanço do novo coronavirus. Segundo Geraldo Filho, contraiu a Covid-19 quando estava no Treze/PB, e a partir daí, muitas coisas aconteceram, inclusive testar positivo por diversas vezes, o que o pediu de atuar pelo clube do coração.

Após passagens no futebol de alguns estados no Brasil, Letônia e Arábia Saudita, Geraldo retornou ao Treze, onde não teve oportunidade, pois após contrair Covid, o jogador passou a ser diagnósticado em todos os exames protocolares que antecedem as partidas.

A explicação pode está na persistência em sobrevida do vírus, que pode ter se mantido no corpo do rapaz, se aproventando de alguma vulnerabilidade do sistema imunológico do atleta.

O fato é que durante três meses, Geraldo sofreu, chorou e pensou em desistir, conforme ele relatou em entrevista a Voz do Cacique.

"Chorei vários dias, se não fosse minha esposa Eliza, minha mãe Adnair e meu irmão Emmanuel, teria desistido de tudo." Disse Geraldo.

Autor do primeiro gol da partida contra o Moto Clube/Ma, Geral disse ainda que viu os amigos sumirem.

"Os amigos me abandonaram, e aí a gente reflete sobre tudo isso", lemantou o atleta do Guarany.

Feliz com o resultado, e muito entusiasmado com tudo que está vivendo em Sobral, o jogador afirma que se sente em casa.

"Estou feliz demais nesse clube. Me sinto em casa, nosso grupo é uma família, e independente do resultado, todos representam muito na minha vida", disse Geraldo, ao jornalista Rondinelly Mota.

E concluiu agradecendo ao clube e a torcida sobralense.

"A todos vocês e a torcida do Guarany, minha gratidão. Me apoiaram desde meu primeiro momento aqui, e não vai faltar honra a esta camisa, podem ter certeza."

Com o gol de Geral Filho, aos 13 minutos do 1° tempo, o Rubro-negro sobralense abriu o caminho para a vitória contra o Moto Clube/MA, na tarde deste sábado (28), no Estádio do Junco, em Sobral. 

Posts relacionados

 

Siga nossas redes sociais

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade