×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×

Palmeiras inicia decisão em busca de mais um feito histórico

Verdão recebe o São Paulo nesta quinta-feira, às 22h, no Allianz Parque, no primeiro jogo da final do Paulistão

Por: Fernando Cesarotti - Publicado em: 20/05/2021 16:45

Palmeiras inicia decisão em busca de mais um feito histórico

Raphael Veiga e Luiz Adriano são armas fundamentais para a conquista do título - foto: Cesar Grecco

É verdade que o Campeonato Paulista não tem mais a mesma relevância de antes. É verdade também que deixamos o torneio em segundo plano durante a maior parte do tempo, inclusive correndo risco de eliminação antes dos mata-matas. Mas, mesmo assim, decisão é decisão, clássico e clássico: o Palmeiras tem uma missão histórica nestes duelos contra o São Paulo, o primeiro deles marcado para esta quinta-feira, às 22h, no Allianz Parque: buscar um raro bicampeonato.

 

Com 23 títulos paulistas, o Verdão voltou a passar à frente de tricolores e do Santos com a conquista do ano passado. Mas em apenas três ocasiões o time ganhou mais de um Paulistão em seguida, e duas delas ainda como Palestra Itália. A primeira foi em 1926/1927; a segunda, um único tricampeonato, em 1932, 1933 e 1934. O segundo desses títulos, aliás, veio numa decisão contra o São Paulo.

Depois disso, vieram as Academias, sucedidas pelo jejum de 17 anos, encerrado por sua vez com o terceiro e último bicampeonato: 1993 e 1994. Depois disso, aliás, foram apenas três taças: 1996, com o time dos 100 gols; 2008, sob a liderança de Valdivia; e 2020, simbolizado no pênalti decisivo de Patrick de Paula.

Aliás, esse é um outro desafio para Abel Ferreira: ser o primeiro técnico campeão paulista pelo Palmeiras desde 1976 a não se chamar Vanderlei Luxemburgo da Silva, o responsável pelo comando da equipe nas cinco conquistas citadas no parágrafo acima. Naquela longínqua ocasião, o treinador era nosso ídolo Dudu, o eterno parceiro de Ademir da Guia, em sua primeira experiência no banco de reservas.

Em campo, espera-se um jogo franco, com o Palmeiras usando força máxima e mantendo suas principais características: solidez na defesa, marcação por pressão desde a intermediária ofensiva e contra-ataques mortais com transição em alta velocidade. Vai ser interessante ver se Abel trará adotará uma alternativa com mais posse de bola, como aconteceu em parte do duelo com o Flamengo pela Supercopa, diante de um São Paulo que, com Crespo, tem se também mostrado boa força ofensiva.

Outra tarefa é retomar o domínio do clássico em nossa casa. O São Paulo passou anos só apanhando no Allianz Parque, mas começou a se soltar em 2019, quando arrancou um empate e a classificação nos pênaltis para a decisão; e perdeu de vez o medo com as vitórias no Brasileirão e na fase de classificação deste Paulistão, cerca de um mês atrás. É hora de voltar a se impor, mostrar nossa força e arrancar para mais um título histórico. Avanti!

Posts relacionados

 

Siga nossas redes sociais

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade