×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×

Jogando mal e com um a menos, Sport vence o Sete de Setembro

Em uma atuação sem brilho, mas com o necessário para vencer, Sport bate o Sete e se classifica para o mata-mata

Por: Lucas Araujo - Publicado em: 19/04/2021 00:22

Jogando mal e com um a menos, Sport vence o Sete de Setembro

(Foto: Anderson Stevens / Sport Club do Recife)

Pela 7ª rodada do Campeonato Pernambucano, o Sport visitou o Sete de Setembro no Lacerdão e, mesmo sem fazer um bom jogo, venceu por 2x0, com gols de Thiago Lopes e Mikael. O resultado mantém o Leão na vice-liderança com 14 pontos e confirma matematicamente a classificação para o mata-mata. Para o restante da primeira fase, cabe agora garantir a presença no G2, que garante presença direto nas semifinais.

COMEÇO RUIM, GOLAÇO E EXPULSÃO

Logo de cara, os Rubro-negros tiveram a primeira chance falta cobrada por Neilton à direita da meta. Mas, quem esperava os visitantes se impondo e continuando a buscar o gol, viu o Sete gostando do jogo e demonstrando mais objetividade, atacando principalmente pelos lados, mas pecando nas conclusões. As principais tentativas surgiram aos 13 e aos 18, ambas no lado esquerdo da defesa leonina. Na primeira, Keyllo recebe passe da linha de fundo e chuta por cima, enquanto na segunda o mesmo Keyllo é lançado nas costas da marcação e buscou finalizar de primeira, mas novamente mandou para fora. 

A escassez de alternativas de criação do Sport era tanta, que a maioria das investidas aconteciam em lançamentos da intermediária buscando Patric, que quase sempre estava impedido. Quando finalmente conseguiu colocar a bola no chão, o Leão abriu o placar: Thiago Lopes aproveitou o espaço deixado pelo lado direito da defesa alviverde, recebeu passe do Trellez, avançou e bateu colocado para fazer um belo gol. 

Porém, pouco depois de balançar as redes, a equipe rubro-negra ficou com um a menos em campo. De maneira exagerada, a arbitragem expulsou o atacante Trellez aos 33 minutos após pequena confusão antes de cobrança de escanteio. Diante disso, Cesar enfim decidiu acionar o artilheiro do time e colocou Mikael em campo na vaga de Neilton. Em vantagem numérica, o Sete, que desde o início se mostrou disposto a jogar o jogo e não apenas se defender, deu seu maior susto na etapa inicial em chute de fora da área de Diego capela, à direita da meta.

ARTILHEIRO MARCA E SELA VITÓRIA

No segundo tempo, com um a menos, os recifenses optaram pela cautela e, mesmo diante de um adversário sem muitos recursos técnicos, se limitou nos primeiros minutos a marcar e administrar o resultado. Quando tinha a posse da bola, o Sport apenas tocava sem objetividade, sem demonstrar fome de ampliar o marcador.

Ainda assim, aos 26, na primeira boa chegada do segundo tempo, o Leão teve um pênalti a seu favor quando Mikael deu bom passe para Patric e o lateral foi derrubado pelo goleiro. Na cobrança, o artilheiro encheu o pé e fez 2x0. Um minuto depois, em contra-ataque, o mesmo Mikael tentou ampliar em chute forte, mas Airon defendeu. Aos 30 foi a vez de Maxwell tentar de cabeça ao perceber o goleiro adiantado, mas acabou mandando por cima.

Aos 37, com a derrota praticamente sacramentada, o time de Garanhuns teve sua melhor oportunidade em tentativa de Raniel, que recebeu bom passe e escorou para fora. Cobrando falta, Mikael e Patric ainda chegaram perto de fazer o terceiro, mas o duelo acabou mesmo com o 2x0 no placar.

Posts relacionados

 

Siga nossas redes sociais

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade