×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×
×

Sport é sufocado e empata com o Náutico no primeiro jogo da final

Apático, Leão joga mal e empata primeiro jogo da final do estadual

Por: Lucas Araujo - Publicado em: 16/05/2021 22:23

Sport é sufocado e empata com o Náutico no primeiro jogo da final

(Foto: Anderson Stevens / Sport Club do Recife)

Tudo igual no primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano. Sport e Náutico empataram em 1x1 e levam a decisão totalmente aberta para os Aflitos, onde o Timbu, que foi muito superior na partida de ida, decidirá em casa. O gol rubro-negro foi marcado por Everaldo e Wagner deixou tudo igual.

Náutico começa muito melhor, mas Sport abre o placar

Mesmo com mando de campo leonino, o que se viu foi um domínio absoluto do time alvirrubro. Os mandantes até deram o primeiro susto, em cruzamento de Sander desviado por Thiago Lopes, que resultou em defesa tranquila de Alex Alves, mas a partir daí o time de Umberto Louzer passou a ser engolido pelo Náutico, que executou muito bem a sua proposta de marcar a saída de bola e explorou bastante o buraco no meio de campo do Leão, que passou bastante pela fraca atuação de Marcão.

Foi assim que Mailson teve que trabalhar para evitar o gol de Jean Carlos aos 8 e viu os chutes de Erick aos 13 e aos 15, além do chute de Rhaldney aos 17 irem para fora. Em meio às oportunidades do rival, o Sport teve uma grande chance jogada fora quando Maidana recebeu cruzamento de Neilton e, livre de marcação, finalizou para fora aos 12 minutos.

Mas os donos da casa seguiam flertando com o perigo, dando muito espaço e não sabendo encaixar contra-ataques. Foi assim que Mailson teve que trabalhar novamente aos 34, quando Rhaldney aproveitou nova bola mal afastada por Patric e aos 40, em falta de Jean Carlos, além de contar com a sorte quando Vinícius e Camutanga erraram o alvo em suas oportunidades. No fim da etapa inicial, uma velha máxima do futebol: quem não faz leva, e Everaldo aproveitou vacilo na saída de bola alvirrubra para tabelar com Neilton, cortar pro meio e abrir o placar para o Sport.

Náutico reage na etapa final

O gol poderia ter mudado o jogo para o Leão, mas a postura seguiu a mesma. Um time apático, sem intensidade, que até teve uma chance aos 2 minutos quando Everaldo recebeu cruzamento e mandou para fora. Mas, aos 5, numa cobrança de escanteio Maidana vacila e a bola sobra para Wagner desviar e deixar tudo igual.

Como em muitos outros jogos na temporada, o Náutico deu uma certa queda no ímpeto na metade do segundo tempo, mas isso não aproveitado pelo Rubro-negro, que teve sua última boa chance em falta cobrada por Neilton, que desviou e saiu pela linha de fundo. A falta de produtividade e o ritmo lento do time de Louzer por muito pouco não custaram uma derrota quando o Timbu voltou a crescer na reta final.

Aos 30, após jogada de linha de fundo, Jean Carlos bate para o gol e Kieza completa, mas o VAR corretamente anulou o gol. Um minuto depois, Erick saiu cara a cara com Mailson, mas viu o goleiro crescer e fazer uma defesa espetacular, e aos 36, Kieza deixou Jean Carlos na boa para virar o jogo, mas cara a cara o meio-campista mandou para fora e desperdiçou grande chance.

Posts relacionados

 

Siga nossas redes sociais

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade